Aprenda o que é a estratégia de martingale e saiba se você deve ou não usá-la

Pontos-chave:

  • A estratégia de martingale considera que em momentos de sucessivas perdas, o trader dobre sua aposta na expectativa que um movimento a seu favor reverta os resultados e compense os prejuízos anteriores.
  • Desde o século XVIII pelo matemático francês Paul Pierre Levy, a estratégia Martingale é considerada uma aplicação válida da teoria das probabilidades.
  • A estratégia Martingale consiste numa base de progressão negativa em que há ao menos 50% de probabilidade do resultado esperado acontecer, por isso é considerado uma operação de alto risco.

Do ponto de vista estatístico, todos os traders terão perdas em algum momento de suas trajetórias. A estratégia Martingale é direcionada ao cenário em que os ativos estão depreciando o seu valor e que o trader está disposto a operar com probabilidades. Trata-se de uma tática de dimensionamento da posição que dobra a cada perda, com expectativa de quebra do ciclo de perdas e, assim, compense os prejuízos de forma mais rápida. Leia o conteúdo a seguir e entenda se a estratégia Martingale está alinhada ao seu perfil de risco no trade. 

Entendendo o conceito da estratégia Martingale

Alguns meses após a estreia do Facebook na bolsa de valores, seu CEO Founder, Mark Zuckerberg , fez a seguinte declaração, que aqui está traduzida ao português: “O desempenho das ações do Facebook obviamente foi decepcionante, mas este é um ótimo momento para “dobrar” o futuro da empresa”.

Entre os sentidos desta declaração, feita em 2012,  Zuckerberg pode ter incitado que os investidores não retirassem o Facebook da sua carteira de ações e até mesmo dobrassem suas apostas nos papéis da rede social, porque apesar dos números da época não surpreenderem, o  Facebook teria um futuro promissor com retornos compensatórios.

O cidadão norte-americano é acostumado com a expressão “dobrem suas apostas” diante da previsão de um retorno que ainda vai chegar. Este sentido também está intrínseco na estratégia Martingale aplicada ao trade. Se o investidor está diante de prejuízos e perdas, “dobrar a aposta” pode ser uma estratégia válida para que o ganho compense o saldo negativo anterior.

A estratégia de Martingale data-se do século XVIII, tendo sido criada pelo matemático francês Paul Pierre Levy que utilizava da teoria das probabilidades para ir em contraparte ao determinismo. É uma aplicação simplista por demais, mas a estratégia Martingale também tem raízes nos jogos de cassino, principalmente em roletas. O jogador aposta mediante as circunstâncias apresentadas. Se estiver ganhando, esta estratégia não será válida, mas se estiver perdendo e diante de prejuízos, ele deve dobrar a aposta anterior na expectativa que o ganho acumulado compense as perdas.

Seguindo este conceito, a estratégia Martingale no trade é direcionada a profissionais que aceitam altos riscos. É considerada uma aposta 1X1, pois a chance do resultado esperado aparecer é de 50%. Além disso, a taxa de sucesso deve ser positiva pelo menos em 50% para compensar os riscos. Por isso, caso vá utilizá-la no day trade, é importante que o trader tenha uma taxa de acerto ou de lucro por operação superior a 50%, do contrário pode incorrer em grandes prejuízos.

A estratégia de Martingale aplicada ao trade

Existem operações de trade em que é preciso ter um perfil agressivo, com alta tolerância ao risco. A estratégia Martingale é voltada a estes profissionais experientes, que sabem sobre as oscilações do mercado de ações e aceitam a possibilidade de perder um pouco de seus investimentos. 

Diante de sucessivas perdas, este trader considera que seria inútil paralisar a operação. Em vez disso, há a opção de dobrar a negociação, operacionalizando assim a estratégia Martingale. Se houver sorte e um movimento a seu favor aparecer, é possível suprir os prejuízos e até mesmo gerar lucro. O recomendável é que o trader tenha caixa disponível de forma considerável para dobrar suas posições sempre que estiver perdendo, tecnicamente opere dobrando a margem de garantia que é essencial a algumas operações.

A estratégia Martingale perde efeito quando se estende por muito tempo, por isso é preciso saber a hora de saída e finalizar a posição. Em momentos de perda, há o risco iminente de ser liquidado, por isso “dobrar a aposta” não é indicado ao longo prazo e sim aos intervalos do day trade.

Vantagens e riscos da estratégia Martingale

As vantagens do uso desta estratégia são as chances de obter retornos exponenciais e os resultados podem vir no curto prazo. Na medida que o trader dobra sua posição, existe a possibilidade de recuperar suas perdas e aumentar seus ganhos acima da média do mercado. A margem de garantia deve ser robusta para aguentar mais tempo no trade e aumentar as chances de retornos. O risco de ser liquidado é a grande desvantagem ao trader que opta pela estratégia Martingale, podendo amargar prejuízos que podem ser altos.

Dica Smartt

Conduzida por profissionais experientes, que reconheçam seus riscos, a estratégia Martingale pode reduzir os prejuízos de forma mais rápida que a média do mercado e até mesmo trazer lucros. Mais uma vez deve ficar claro que o método que deve ser feito de forma esporádica, pois seu uso em longas sequências podem gerar perdas significativas. 

A aplicação de uma solução automatizada contribui para que a estratégia Martingale se mantenha por tempo limitado no trading, principalmente por permitir a definição do número máximo de aumentos de posição consecutivos. Também é possível configurar um robô de acordo com os critérios de saída, habilitando por exemplo um stop diário de perda e o número limitado de trades diários. 

Desta maneira, ao optar pela automatização os riscos da operação podem ser mitigados e o trader opera com mais segurança. SmarttBot: nossa tecnologia às suas ordens!